top of page

O que é FIV e FeLV e como evitar em gatos da raça Bengal?

A Imunodeficiência Felina (FIV), trata-se de um retrovírus complexo que, quando manifestada no gato, é similar a observada em humanos (AIDS), sobretudo no que diz respeito ao aumento da susceptibilidade a infecções oportunistas.


A AIDS Felina não tem cura e nem vacina. Ela só é transmitida entre gatos, ou seja, é uma enfermidade que não acomete outras espécies, incluindo o homem. 

Assim como ocorre com a AIDS em humanos, há gatos que são portadores assintomáticos do vírus. Eles passam anos sem apresentar sintomas de modo que a doença só poderia ser detectada por exames de sangue, como o teste ELISA ou o PCR (proteína C reativa), ambos realizados no Brasil.

 

A transmissão da AIDS felina entre gatos é dada principalmente por mordidas ou arranhões de gatos infectados por FIV. Também pode ser transmitida por via transplacentária, pela amamentação. Geralmente, os gatos FIV positivo são machos e de rua, onde a concentração é alta e a taxa de estresse é contínua, o que pode ocasionar o aparecimento do vírus. 


A Leucemia felina (FelV), é uma doença causada por um vírus que compromete as defesas imunológicas dos gatos domésticos e felídeos selvagens. Com o vírus, o felino fica vulnerável a doenças infecciosas, lesões na pele, desnutrição, cicatrização mais lenta de feridas e problemas reprodutivos. A sobrevivência de animais infetados é baixa, com uma mortalidade de até 80% após 3 anos. 


A leucemia felina, não é igual à leucemia humana e não contagia humanos, transmitindo-se somente de felino a felino, pela saliva ou pelo sangue. Os gatos vacinados contra a leucemia estão protegidos em 95% dos casos. 

 

Comments


bottom of page