top of page

Quais os benefícios da CASTRAÇÃO para a Raça Bengal?

O Gatil TomiFerr é associado na Associação Felina Brasil Sul (FELISUL) e Clube Brasileiro do Gato (CBG), desta forma atende ao código de ética, exigido pela Federação Felina Brasileira (FFB) e Federação Internacional de Felinos (FIFe).


De acordo com este código, todos os filhotes vendidos são castrados antes de serem encaminhados ao novo lar. Esta é uma medida adotada internacionalmente por criadores sérios e visa preservar o bom desenvolvimento da raça Bengal. 


Portanto nossos filhotes somente são vendidos como pet (castrados), filhotes breeder/show (sem a castração) estão disponíveis somente para criadores sérios, sob contrato e monitorização de criação. Já quem procura um de nossos filhotes com pretensão de tornar-se criador, deverá submeter-se a todas nossas exigências, iniciando por disponibilidade de tempo, estrutura física e financeira. 


Vantagens da Castração:
Machos

  1. Os animais ficam mais tranquilos e caseiros, diminuindo fugas acidentais; 

  2. Reduz a demarcação do território (xixi por todo canto); 

  3. Evita agressividade, mudança de comportamento e mordidas injustificadas devido ao alto estresse motivados por excitação sexual constante; 

  4. Evita tumores (câncer) testiculares e de próstata; 

  5. Evita a perpetuação de doenças geneticamente transmissíveis como epilepsia, 

  6. Displasia coxofemoral, catarata precoce, etc.; 

  7. Controla a população de animais, colaborando com a diminuição do número de animais de rua; 

 

Curiosidade: machos NÃO castrados sentem o cheiro de fêmeas no cio a até 3km de distância de dentro de sua casa, daí as mudanças repentinas de comportamento como: urina em toda parte, mordedura injustificada e o estresse/agonia constante para o animal, que muitas vezes sofre em silêncio. 
Fêmeas

Por que não utilizar métodos hormonais?

Infelizmente ainda é muito comum o uso de anticoncepcionais em gatas. Isso porque as injeções, que frequentemente são aplicadas em petshop, são muito mais baratas que a cirurgia de castração. 


O que os proprietários desses gatos não sabem é que aquele velho ditado “o barato sai caro” se aplica perfeitamente nesses casos.


O anticoncepcional aplicado nas gatinhas é um derivado do hormônio chamado progesterona. Esse hormônio é naturalmente produzido pelos ovários e pela placenta das gatas, mas quando administrado em doses altas para evitar o cio é capaz de causar câncer de mama, hiperplasia mamária benigna, infecção de útero e, se a gata receber a injeção durante a gravidez, pode causar morte dos filhotes. 

Comments


bottom of page